sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Em busca do carro tolerável. Capítulo 4: Estou delirando?

O dia em que eu pude conhecê-lo melhor

Image may contain: car and outdoor

No ano passado eu havia dirigido dois Ups: um na feira, no qual eu fiquei decepcionado porque estava áspero ao extremo (principalmente com o ar-condicionado ligado) e sem o retrovisor interno (?!) e outro, modelo TSI, cujo testei da concessionária Taba, depois de eu ter esperado semanas para, depois, no percurso do teste, uma verdadeira mixaria. Lombadas por todo lado e sem possibilidade de vê-lo melhor.

Então hoje, dia 24/11/2017, aproveitando que a minha mãe tinha compromissos para a cidade de São José do Rio Pardo (nessa semana também fui para Ribeirão Preto, mas me decepcionei e me estressei tanto que aqueles carros não mereciam serem mencionados no blog, se quiser ver veja no tópico do fórum), sugeri a minha mãe que testássemos um Move Up de uma loja ali da cidade. Fomos bem atendidos, com relativa agilidade. O modelo, especificamente, é um Move Up modelo 2015, transmissão manual, cor branca, com 25 mil quilômetros aproximados. Segundo o site deles, está R$33 mil. Mas lá estava, o mesmo carro, por algo que, se não me engano, era R$36 ou R$35 mil...

O carro na verdade era de uma menina (talvez ela tenha minha idade) cuja causou uma espécie de "raspagem" na lateral esquerda ao estacionar (e eu sempre me achei ruim de estacionar...) e estourou os dois pneus traseiros numa guia com objetos indevidos. Os quatro pneus então haviam sido trocados. Ela deixou esse carro lá e vai ganhar um carro novo do pai.


Image may contain: car

O desenho externo, embora possa dar a sensação de "carro de brinquedo", ao menos tem personalidade. Você claramente irá saber que se trata de um Up.

Entrando nele, a sensação geral é de um carro simples no geral, mas muito bem-acabado, mas o veja como um carro urbano e de entrada da marca. Os plásticos, especialmente os de cor branca do carro que cobrem o centro do painel, possuem um aspecto muito bom para um carro dessa categoria (que na Europa seria um city car, onde compete com carros como Hyundai i10, Kia Picanto e Fiat 500), os encaixes são bons e as peças são solidamente encaixadas, sem quaisquer sinais de fragilidade. Se há rebarbas e irregularidades (eu vou agradecer se alguém conseguir encontrar alguma nas próximas fotos), a minha desatenção não deixou. O que falta em desenho sobra em qualidade. De fato, é lamentável que o carro tenha um detalhes um tanto simples, é questão da marca ter boa vontade (e ela não mudou isso na cirurgia plástica). Notei um risco grande na porta esquerda de trás, o que será que causou aquilo? Sinais de simplicidade também aparecem no revestimento de curvim que revestem a traseira dos bancos dianteiros e, claro, na lataria aparente nas portas, lembrando carros como o Uno de 1984...

No automatic alt text available.
Onde está o risco?

A ergonomia também é muito boa e há um número até razoável de porta-objetos no console central, assim como nas portas. Se falta o difusor de ar central (que foi deslocado para trás), ao menos não inventaram ali de colocar uma central multimídia que pudesse atrapalhar a funcionalidade dos comandos de ventilação. Outra coisa boa do interior é que os bancos são de tonalidade clara, assim refletindo calor ao invés de absorvê-lo (nos bancos aveludados do Corsa, haja glândulas sudoríparas), ainda que incomode certas pessoas. 

Falando no banco, de desenho curioso com o encosto de cabeça "fundido", de forma alguma o faz ruim. Ao menos de princípio ele é confortável e acomoda bem, superior ao irmão abrasileirado Fox. Há ajustes de altura (por alavanca, de puxar, assim você precisa puxar continuamente para chegar a altura correta) e de reclinação (este por pontos definidos, é ruim porque por vezes eu ajusto em movimento no Corsa sem problemas e, neste caso do Volkswagen, é algo arriscado). O volante é simples e tem anatomia correta. É fácil achar a posição correta de dirigir, ao menos para mim. O legal é que dá para sentar bem baixo também. O espaço na frente é bom. No entanto, ao ajustar o volante (somente em altura), tampou parcialmente o velocímetro, que é grande por sinal. Eles deveriam ter deixado o conta-giros maior.

Ligando o motor, nota-se uma oscilação, normal desses motores, mas bem longe do incômodo do Ka. Talvez o álcool tenha influenciado em maior aspereza. Em ponto-morto, dei uma leve acelerada só para ouvir o ronco e... caramba, aqueles que anos atrás me debocharam de quando eu disse que esse carro tem ronco de motor seis-cilindros, por favor acelerem este carro e deixem disso.

Já é esperado que a assistência elétrica seja leve, então repetir aqui é redundante demais. Agora, algo um tanto estranho é o acelerador, de curso um tanto longo, de modo que você tenha de pisá-lo a um certo ponto para o carro sair, o que dá a injusta sensação de carro fraco, mas creio que isso seja questão de costume ou, se for possível, ajustá-lo.


No automatic alt text available.
No automatic alt text available.

A primeira coisa notada é um refinamento. Sim, parece delírio mas isso é notado neste carro. É evidente que este carro te passa solidez, como se fosse construído com capricho e de uma categoria superior, claramente neste aspecto bem superior ao Sandero, se é que caibam comparações. Lembrando que no Reino Unido um Duster tem preço próximo ao Up...

Image may contain: one or more people
No automatic alt text available.

Há quem tenha afirmado que o carro tem suspensão dura mas para quem está habituado a um projeto de 1993, o carro absorve bem as irregularidades e passa bem por lombadas, permitindo um rodar confortável. Felizmente há muitos fortes aclives para testar o seu potencial. E o carro, claro, com o ar-condicionado, tem suas limitações, mas não é algo que me incomodaria. O motor tem torque adequado para enfrentar essas situações, em todo caso bastando reduzir para uma segunda marcha e acelerar. Essa é a parte mais interessante.

A partir de 3000 rpm, pronto, aquilo que era um som quase nulo torna-se, de repente, um delicioso ronco, típico de motores de três-cilindros, trazendo uma esportividade inesperada deste carro. De fato, o carro é prazeroso e confortável de ser guiado. É bem provável que vá se notar certa aspereza após 5000 rpm, algo que não fiz no curtíssimo percurso.

Image may contain: car

No automatic alt text available.

Enquanto minha mãe foi testar o carro também, aproveitei para sentar atrás (notei que na traseira o carro tem suspensão menos confortável, o que não deve incomodar tanto). O espaço interno traseiro é... mediano, com anatomia adequada dos bancos, mas há uma certa falta de espaço para as pernas. O espaço para cabeça, no entanto, é bom. Como de praxe no Brasil, o carro decidiu que tinha de ter o quinto ocupante também, ao contrário da Europa no qual ele é um quatro-lugares. É bem provável que ali no meio ele vá sentir dores. Puxão de orelha pela falta de cinto de três pontos para este mesmo coitado. Os ruídos internos são pouco notados no carro, o que eu ouvi mais foi atrás, provavelmente tem relação com a tampa do porta-malas, algo que incomoda ouvidos chatos como o meu.

A transmissão, bom, já sei o que iria sentir: leve, precisa e de engates macios. Anatomia boa, embora a alavanca seja um pouco baixa. Aprenda isso com o seu 208, Peugeot.


Image may contain: car and outdoor
Image may contain: carImage may contain: car and outdoor

Não rebatemos os bancos nem analisamos o porta-malas, mas a medida deste último de 285 litros é muito boa para um carro de apenas 3,6 metros de comprimento. O aparato de segurança é bem medíocre: bolsas infláveis frontais, freios antitravamento e ancoragem ISOFIX. Ao menos os opcionais repetidores laterais de direção estão presentes, o que parece que a Volkswagen hoje acabou estragando, ao bagunçar as versões e opcionais... mal da marca. A estrutura do carro, à época que foi testado no LATIN NCAP (que muda mais de método e critério do que o Corsa troca de óleo), se mostrou muito boa. Hoje estaria em nível mediano. Ainda tem de avançar muito para chegarmos ao nível da Europa de... 10 anos atrás?

De fato os itens de série do carro são um tanto pobres, no modelo analisado a assistência elétrica de direção, o ar-condicionado e o controle elétrico de travas, vidros dianteiros e retrovisores são todos opcionais, ao menos quando ele era vendido em 2014. Não, não vimos o computador de bordo nem o rádio.

Se eu recomendo para o público que quer um carro urbano? Sim. Só não pegaria o modelo com transmissão automatizada.

O Up foi um dos poucos carros que eu realmente gostei de guiar. Talvez isso possa ter interferido na minha análise amadora escrita.

Pontos fortes:

- Refinamento;
- Qualidade construtiva;
- Qualidade de alguns plásticos;
- Transmissão;
- Desempenho;
- Sensação de solidez;
- Posição de dirigir;
- Ergonomia; 
- Conforto de rodagem;
- Baixo ruído do motor em rotações baixas;
- Consumo (aqui estou baseando em testes feitos por outras mídias);
- BÔNUS: Ronco do motor três-cilindros;


Pontos fracos:

- Espaço para pernas no banco traseiro;
- Segurança;
- Desenho e detalhes estéticos do interior;
- Falta de vidros elétricos traseiros;
- Preço (tanto usado quanto novo, mal de Volkswagen também e que acomete o mundo inteiro);
- Em altas rotações o ruído do motor pode incomodar;
- Tamanho do conta-giros;

Ficha técnica:

Motor: dianteiro, flexível em combustível, transversal, três cilindros em linha, quatro válvulas por cilindro, bloco e cabeçote em alumínio, tração dianteira. Comando de válvulas duplo.
Taxa de compressão: 11,5:1
Cilindrada: 999 cm³.
Diâmetro e curso: 74,5 mm e 76,4 mm.
Freios: dianteiros a disco ventilado e traseiros a tambor.
Potência e torque máximos: 75/82 cv a 6250 rpm (gasolina e álcool respectivamente) e torque de 9,7/10,4 m.kgf a 3000 rpm (gasolina e álcool respectivamente).
Transmissão: manual de cinco marchas, todas sincronizadas. 
Relações de marcha: 1ª 3,77 ; 2ª 2,09 ; 3ª 1,28 ; 4ª 0,93 ; 5ª 0,74 ; Relação de diferencial: 4,93 (obrigado Best Cars)
Suspensão: dianteira independente McPherson e traseira eixo de torção.
Direção: pinhão e cremalheira, com assistência elétrica.
Diâmetro de giro: 9,7 metros

Dimensões:
Comprimento: 3,605 metros
Largura: 1,64 metro
Altura: 1,5 metro 
Distância entre eixos: 2,42 metros
Massa: 958 Kg
Porta-malas: 285 litros



Pneus: 175/70 R 14

Nenhum comentário:

Postar um comentário